História

A sua organização e tomada de posse da respectiva direcção realiza-se em 29 de Janeiro de 1949 na sala de sessões da Câmara Municipal de Fornos de Algodres, com a presença do Exmº Senhor Presidente da Câmara Dr. António Rodrigues. Aí reuniam pela comissão organizadora dos então “Bombeiros Voluntários de Fornos de Algodres”:
Os Srs. Artur Ribas Madureira, António Pina Albuquerque, João Vaz de Almeida Ribeiro, José de Almeida, José Campos Pina Cabral, José de Almeida Viçoso e José Gomes, os quais foram eleitos para constituir direcção, tendo mais tarde, a 28 de Março de 1949 nomeado para Comandante o Sr. João Vaz de Almeida Ribeiro e como 2º Comandante o Sr. António Pina Albuquerque. Nesse mesmo ano, a 28 de Agosto foram comprados os primeiros 200 metros de mangueira.
A 20 de Agosto de 1950, pediu demissão o Comandante, Sr. João Vaz de Almeida Ribeiro, tendo sido nomeado novo Comandante em 15 de Abril de 1951, o Sr. Dr. Fernando Alípio Vasconcelos. Entretanto seguir-se-ia um longo período de quase inactividade, pois várias foram as direcções e comandos que se sucederam até 18 de Outubro de 1964, altura em que se decidiu alterar o nome desta colectividade tendo passado a designar-se, Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Fornos de Algodres.E foi dado o arranque definitivo, por parte de uma direcção dinâmica e activa, tendo como Presidente o Sr. Dr. Fernando Paulo Menano.
Faziam parte como 1º Corpo de Bombeiros: António Cunha Homem Melo, Delfim Paulo Nunes, António Sousa Almeida, João Fernando de Pina, Norberto Pereira dos Santos Ferreira, António Ferreira Gouveia, António da Silva Ventura, Eduardo Silva, Fernando Paulo de Almeida, José Rebelo Rodrigues, Luís Figueiredo Furtado, António Paulo, António Almeida Simões, Carlos de Melo, Manuel Paulo, Ventura, Júlio Garcia de Pina, Fernando Garcia de Sousa, João Fernando Silva Sequeira, José Adriano Monteiro Silva, José Almeida Lopes. Tendo como Comandante o Sr. Prof. José da Costa Felício, actual Presidente da Câmara Municipal de Fornos de Algodres, numa altura de muitas carências, que não havia material nem viaturas.
A primeira viatura foi adquirida em 19 de Julho de 1966 de marca BEDFORD. Até esta altura limitam-se os bombeiros a transportar o material às costas, e a pedirem boleias para se deslocarem para os sinistros, quer em camionetas de mercadoria, quer em automóveis particulares. Posteriormente exerceu a função de Comandante o Sr. Delfim Paulo Nunes, actual presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros de Fornos de Algodres, tendo-o substituído como Comandante, o Sr. João Fernando Pina, que permaneceu 14 anos à frente do comando, e que a seu pedido passou ao quadro honorário, tendo sido substituído pelo Sr. António Paulo actual comandante do corpo de Bombeiros Voluntários de Fornos de Algodres.


 História dos Bombeiros Voluntários em Fornos de Algodres

Nos finais do século XIX começam a surgir, no Concelho de Fornos de Algodres os primeiros movimentos corporativos, antecessores das actuais associações. Em 1932, foi criada a primeira corporação dos Bombeiros Voluntários, cuja sede se situava nos baixos da antiga Casa da Câmara, na Praça Velha da Vila.
O seu material de combate aos incêndios, adquirido por subscrição pública, constava de: uma bomba, duas mangueiras, uma escada e quinze capacetes. Algum deste material, ainda hoje, faz parte do actual espólio da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Fornos de Algodres.
A 29 de Dezembro do ano de 1948 é constituída a Associação dos Bombeiros Voluntários do Concelho de Fornos de Algodres, com sede no Grémio Recreativo Fornense, por iniciativa de uma comissão composta por: Artur Ribas Madureira, António de Pina Albuquerque, José de Almeida Viçoso, José Gomes e como Comandante da Corporação João Vaz de Almeida Ribeiro.
Anos mais tarde, em 26 de Abril de 1962, o Presidente da Câmara Municipal de Fornos de Algodres, Professor António Pinheiro Marques, conferiu a posse à comissão Administrativa dos Bombeiros Voluntários de Fornos de Algodres, nomeada por portaria do Sr. Ministro do Interior e composta pelos senhores, Estanislau Fernandes Pinto Bronze, Avelino Luís Tavares e Fernando Paulo Moreira.
Nesse mesmo ano, em 17 de Maio, o Presidente da Direcção do Grémio Recreativo Fornense, colectividade fundada a 2 de Fevereiro de 1909, solicitou uma assembleia geral e em colaboração com a Comissão Administrativa dos Bombeiros Voluntários de Fornos de Algodres, propuseram a fusão das duas colectividades. Dessa fusão nasceu a actual Associação dos Bombeiros Voluntários de Fornos de Algodres.
Depois de atravessar alguns períodos de menor actividade, ganha nova dinâmica em 1964, sob a direcção do Dr. Fernando Paulo Menano, tendo como Comandante o Senhor Professor José da Costa Felício. É, também, neste ano que se altera a denominação da associação, passando esta a denominar-se de Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Fornos de Algodres.